Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. + info

Notícias

Jorge Fernando, Ney Matogrosso, Marisa Liz e cerca de 30 artistas em homenagem aos profissionais de saúde

#AnjosSecretos aproxima a comunidade artística lusófona em campanha para os profissionais de saúde. Música inédita de Jorge Fernando e Francis Hime reúne 30 artistas.

Trinta artistas de países lusófonos reuniram-se, virtualmente, para gravar o videoclipe da canção Anjos Secretos, composta por Francis Hime e pelo fadista Jorge Fernando em homenagem aos profissionais de saúde do todo o mundo, que estão na linha da frente da luta contra a Covid-19.

Com direcção de Paulo Mendonça, o vídeo foi realizado exclusivamente com gravações feitas através de smartphones e reúne Jorge Fernando, Ney Matogrosso, Ana Moura, Camané, Lenine, Marisa Liz, Fábia Rebordão, Tito Paris, Zélia Duncan, Francis Hime, entre outros grandes nomes.

O vídeo está já disponível no YouTube (https://youtu.be/MOJhKf_dogE) e o valor gerado com as visualizações reverte a favor da organização Médicos Sem Fronteiras.

 

 

PARTICIPAÇÕES
Ana Moura
Berg
Camané
Colton Benjamin
Dany Silva
David Cruz
Dino d'Santiago
Fábia Rebordão
Francis Hime
João Pina
Jonas Silva Lopes
Jorge Fernando
Lenine
Lenita Gentil
Lucinha Lins
Luísa Sobral
Lura
Marco Rodrigues
Marisa Liz
New Max e Demo (Expensive Soul)
Ney Matogrosso
Olivia Hime
Susana Travassos
Tito Paris
Zélia Duncan


MÚSICOS

Guitarras portuguesas: André Dias e Bruno Chaveiro
Piano: Morta Grigaliünaitè
Baixo: José Ganchinho
Percussão: Ivo Martins

NARRAÇÃO
Antônio Grassi
Inês Meneses

FICHA TÉCNICA
Música: Francis Hime
Letra: Jorge Fernando
Produção musical: Kapa de Freitas
Engenheiro de som: Henrique Macide
Direção de arte: Monica Martins
Fotos: Paulo Mendonça
Edição, sincronização e finalização: Bernardo Mendonça
Direcção: Paulo Mendonça
Produção: Jorge Fernando e Paulo Mendonça

 

 

ANJOS SECRETOS

Vem dum mundo traiçoeiro
Hábil, resiste e se espalha
Bicos de pé sorrateiro
Se apodera de quem calha

Não tem voz
Nem se anuncia
Não se faz anunciar
Esvazia a vida e vazia
Quer-nos a vida tomar

Menos fé e mais recato
Ao destino que se apronta
Que até Deus se curva grato
A quem de nós tomo conta

A bata branca em segredo
Sem medo do que há-de vir
Entre o contágio e o medo
Sem medo de desistir

Sem contar horas, despertos
À luz duns deuses ocultos
Os nossos anjos secretos
São simples nomes e vultos

Sem rosto, cor ou idade
Num servir que é permanente
Que a gratidão de verdade
É pra quem cuida do gente

Não há mãos, não há abraços
Só um simples gesto faço
Pra te dizer como sinto
Não te encostar ao meu peito
Não te apertar do meu jeito

Facebook Linkedin Twitter Google + Pinterest