Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. + info

Notícias

Prana: anunciam concerto on-line a 12 de Junho

É verdade que a música não apanha Covid, mas o vírus contamina e prejudica gravemente todos aqueles que a amam. E não conseguem viver sem ela...

Os Prana, como todos os portugueses, não foram excepção e aí estão, a desconfinar e a partilhar com todos aquilo que sabem fazer melhor: canções!

Chegou o tempo de levantar os braços e animar os corpos e as almas, voltar à estrada e a tocar as pessoas. Como eles dizem, e todos nós sentimos na pele, há que viver um dia de cada vez num tempo nosso e andar por aí...

Para que todos possam ver e ouvir o concerto dos Prana em tempo real,  haverá  transmissão em directo no Facebook e Instagram da Casa da Criatividade, com o som síncrono a ser emitido na rádio local. Além disso, haverá ainda a projecção do concerto na fachada do auditório, bem no centro da cidade (na Rua Padre Oliveira, zona dos bares) e em empena de prédio no Orreiro.

Não há desculpas para perder o regresso dos Prana, em sala, na net, na rádio e ao ar livre!

Todas as informações estão em actualização no evento oficial: https://www.facebook.com/events/245883896685831/

«Num segundo, estamos a lançar o primeiro de 3 vinis que perfariam o nosso quarto trabalho e a iniciar uma nova tour de apresentação pelo país inteiro. E no que se seguiu, tudo estacou. Mudou. Continua a mudar. E ninguém sabe exactamente para o quê.

Desse segundo para o outro, o ar da nossa sociedade - a Cultura - teve de se retirar e confinar à pressa para proteção de todos. Não há festivais, concertos, teatro, cinema ou exposições para ninguém e de ninguém, e nós, tal como a maior parte dos artistas deste país e do Mundo, vimo-nos obrigados a adaptar o veículo da nossa mensagem, a Música. Uma das coisas que mais nos custou foi compor música nova. Não é impossível, mas vindos nós de uma década de jams-pesca-ideias cara a cara, o processo parecia-nos desinspirado e incompleto, uma consequência - quem sabe - de uma certa melancolia que se abateu sobre nós enquanto membros de uma banda, nos tempos que correm. Mas lá alinhámos com os novos requisitos tecnológicos, revisitámos e mudámos a roupa aos temas novos, fizemos Lives como se de um concerto com público se tratasse e cada um de nós tratou de compor individualmente, para depois se fundir e criar o que aí vem.

De um segundo para o outro, tudo mudou. Ninguém sabe ainda para o quê. Mas que venha. Nós estaremos cá.»

 

Facebook Linkedin Twitter Google + Pinterest