Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Academia de Música

Corpo Docente

Professor de Bateria

Acácio “Salero” Cardoso nasceu em Viana do Castelo em 1967.

Aos 18 anos ingressou na Escola de Jazz do Porto na qual estudou com Mário Barreiros e onde mais tarde viria a leccionar. Foi membro fundador do Septeto de Jazz do Porto e da Orquestra de Jazz do Porto.

Em 1988 desloca-se a Madrid para participar em workshops com Adam Nussbaum, John Abercrombie, Jim McNealy, Jerry Bergonzi e Mike Richmond. Em 1990 e 91 participa em workshops com Kenny Washington, Alan Dawson, Sir Roland Hanna, Rufus Reid, Clark Terry, Hal Galper, Ira Gitler e Bill Pierce.

Em 1994 foi solicitado para co-dirigir com Bill Goodwin (baterista do Quinteto de Phil Woods) o programa de bateria e percussão para o Artico, uma organização patrocinada pela União Europeia, que realizou cursos para músicos profissionais na área de Lisboa.

Também autodidacta no saxofone, estudou improvisação com o Prof. Alberto Jorge. Tem vindo a estudar saxofone alto e composição desde 1998.

É co-fundador do projecto de “world music” – Adufes – encomenda feita pelo Comissariado da Expo 98.

Participa no Colectivo Português de Percussão que sob a direcção de Max Roach actuou integrado no Festival de Jazz da Fundação Calouste Gulbenkian.

Gravou o disco “which way what” do saxofonista compositor Patrick Brennan com a participação do contrabaixista Rachim Ausar Sahu. Efectuou vários concertos com esta banda tendo como solista convidado o trombonista Steve Swell, um dos grandes nomes da música improvisada mundial.

Faz parte do “Lisbon Improvisation Players” com o qual já gravou dois discos -“Lisbon Improvisation Players/Motion” - participaram Rodrigo Amado ( barítone e tenor saxofone), Steve Adams (sopranino & tenor saxophone), Ken Filiano (double bass) e Acácio Salero (drums).

Participa com Paul Dunmall (sax tenor), Dave Kane (double bass), Rodrigo Amado (barítone saxofone) no Atlantic Waves 2003, integrado no Festival de Jazz da BBC em Londres.

É co-fundador de um Ensemble de improvisação com 4 baterias (Acácio Salero, Marco Franco, José Salgueiro, Alexandre Frazão – TIM TIM por TIM TUM. Gravou um disco no qual participa um dos grandes bateristas da actualidade na música improvisada - Jim Black.Com os TIM TIM por TIM TUM participou no projecto de Nuno Rebelo – Guitarras Mutantes encomenda da Expo 98.

Carlos Azevedo Ensemble (encomenda do 9º Festival de Jazz do Porto), Zé Eduardo Unit, Quarteto de Pedro Guedes, Trio de Sérgio Plágio, Trio de Pedro Madaleno.

No âmbito da pré inauguração da Casa da Música (Festival em Obra Aberta), tocou música de Carla Bley, dirigida pela própria e com a participação de Steve Swalow e Gary Valente.

Concerto de encerramento da Porto 2001 – Capital Europeia da Cultural, dirigida por Zé Eduardo interpretou obras de: António Pinho Vargas, António  Pinto, Bernardo Sassetti , Carlos Azevedo, Laurent Filipe, Mário Laginha, Pedro Moreira e Zé Eduardo. Nesta ocasião participaram como músicos convidados três solistas de prestígio mundial: Bob Berg, Ingrid Jensen e Conrad Herwig.

Em 2002, em parceria com o prestigiado Remix Ensemble, interpreta a música do célebre disco da dupla Miles Davis/ Gil Evans “Sketches of Spain”dirigida pelo maestro Stephan Ashbury.

Em 2004, com o repertório original da Orquestra de Jazz de Matosinhos, participa num concerto no Teatro Rivoli, com um dos grandes solistas da actualidade, o saxofonista tenor, Mark Turner. Também nesse ano, inserido nas comemorações do Dia Mundial da Música, apresentam, no Centro Cultural de Belém, o saxofonista tenor Rich Perry.

Por encomenda do Festival de Jazz do Porto, em 2005 integra o  Sexteto de Paulo Perfeito , no Festival de Jazz do Porto (Teatro Rivoli) com a peça  Bodhi Suite.

Em 2007 dá início ao seu projecto “Acácio Salero -Secret Apache”, com composições suas. Estreia, nesse ano, este projecto na ACERT, passando pelo Cineteatro de São Pedro do Sul, Servartes, e em 2009, apresenta-se no 7º Festival de Jazz do São Luís e no Sines em Jazz.

Em 2009/2010 é professor de bateria do Curso Livre na Escola de Arte de Sines.

Em 2011 co-cria  com Paulo Gomes, o Cool Jazz Trio.

Desde 2010 está a lecionar na Escola de Música da Valentim de Carvalho (Porto), Orfeão da Feira (Stª Maria da Feira) e Escola 7 Notas na Maia.

Em 2011 co-cria o Cool Jazz Tro com Paulo Gomes no Piano e Miguel Ângelo no Contrabaixo.

Em 2012 integra a Tribeca Jazz Band.

Em 2013 integra o grupo Funky Bones Factory e o trio MAP, ambos com disco gravados em Dezembro de 2013 e a serem lançados no primeiro semestre de 2014.

Com o trio MAP faz duas digressões para França para apresentação do disco “The Zombie Wolf Playn' The Blues On A Morning Day” . A segunda, integrada na quinzena do Festival de jazz de Marciac. Em 2015 lança o segundo disco dos MAP – Circo Voador.

Em 2015 integra o Trio de Filipe Teixeira com o lançamento do disco “Páginas” e o Quarteto do Guitarrista AP.

Mantem a sua actividade com Professor de música na Valentim de Carvalho e na Escola de Música 7 Notas.

Em 2016 cria um grupo com de composições originais de sua autoria - “Salero’s-El Kapitan” que conta com o contrabaixista Miguel Ângelo, AP na guitarra e Zé Pedro Coelho no sax Tenor.

Professor de Bateria

Nasceu a 12 de Outubro de 1982, Natural do Porto, iniciou os seus estudos musicais em 1996 com guitarra mas logo se dedicou a bateria com seu primeiro professor Agostinho Cardoso Henrique, entretanto e entre muitos workshops e formações na àrea com Billy Cohbam, David Garibaldi, Simon Philips, Manu Katché, entre outros, teve também como mentores, uns anos mais tarde, Marcos Cavaleiro e Acácio Salero.

Músico dedicado ao instrumento e ao ensino, integrou bandas e projetos desde os 15 anos mas só apartir de 2000 é que se insere em formações mais profissionalizadas(trios/quartetos), que lhe permitem orientar toda a sua vida para a àrea musical. Neste momento é parte integrante dos =MOCHO=, Quarteto Moz Barbosa, entre outros como freelancer.

Leciona desde os 17 anos de idade passando por Escolas como, Escola de música de S.Mamede, Conservatório Arteduca, Escola de música da Foz e Valentim de Carvalho.

Professor de Trompete

É licenciado em trompete - Jazz pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto e frequentou a Academia Nacional Superior de Orquestra e Hot Clube de Portugal.

Como músico instrumentista, participou em inúmeros concertos destacando-se as formações, Big Band do Hot Clube de Portugal, Nu Jazz Orchestra, Reunion Big Jazz Band, Esmae Big Band, Lisbon Swingers, Big Band de Almada, onde foi dirigido por nomes como Maria Schneider, “Butch” Morris, Marina Rosenfeld, Pedro Moreira, Claus Nymark, Paulo Perfeito, Carlos Azevedo, Zé Eduardo, Orin Evans, Jason Lindner, em diversos países como, Alemanha, Áustria, Bélgica, França, Líbano e Portugal.

Tem colaborado com companhias de teatro e de dança como Teatro do Montemuro, Teatro de Marionetas do Porto, Teatro de Almada e Trisha Brown Dance Company; em longas-metragens e filmes publicitários.

Dirigiu a Big Band do Orfeão de Leiria e dirige, Orquestra de Sopros do Conservatório de Música de Ourém e Fátima, Orquestra Juvenil da SAMA e é uma dos maestros da Orquestra Soar.

É membro da Orquestra de Jazz de Leiria, Marko i Blacky Orkestar e HHY & the Macumbas.

Atualmente, leciona na Academia de Música da Valentim de Carvalho, no Conservatório de Música da Jobra, Conservatório de Música de Ourém e Fátima, e é Coordenador Pedagógico da Escola de Música da SAMA.

Professor de Guitarra

António Pedro estudou guitarra clássica e formação musical no Instituto Orff do Porto entre 1994 e 1999. Neste ano começou a ter aulas de guitarra jazz com Serafim Lopes.

Em 2003 entrou na licenciatura de guitarra jazz na ESMAE concluindo o curso em 2007. Nesta instituição teve aulas com Nuno Ferreira, Afonso Pais, Michael Lauren, Carlos Azevedo, Pedro Guedes, Telmo Marques, Paulo Perfeito, entre outros.

Em 2011 entrou no Mestrado em Composição e Teoria musical na ESMAE onde teve aulas com Fernando Lapa, Eugénio Amorim e Carlos Azevedo concluindo o mestrado em 2013.

 

Projectos como líder e compositor:

Gravação do trabalho discográfico de originais “6 e 5” APQuinteto (2011 TOAP) onde participou como líder, compositor e performer. Participação no 2o Festival Portajazz (2012) como  compositor.Arranjo do tema original “Espero”para o grupo Coreto.

Participação no 3º Festival Portajazz (2013) como compositor. Tema original “Ainda” tocado pela Orquestra de Jazz de Matosinhos. Participação na gravação do disco “Mergulho” (2º disco de originais do grupo Coreto) com música original.

Gravação em Maio de 2015 do terceiro trabalho discográfico da banda Coreto onde participa como compositor e performer. Actualmente toca no projecto “Zero” do saxofonista João Guimarães e “Sinopse” do contrabaixista João Paulo Rosado.

 

Instituições onde leciona e lecionou:

Actualmente leciona na Escola Valentim de Carvalho, na Escola de jazz de Braga e no Conservatório de Música do Porto tendo também dado aulas na Escola de jazz do Porto, na Escola Jazz ao Norte e no Instituto Orff do Porto.

Faz parte da Associação Porta jazz. Fundada em Julho de 2010 esta Associação tem vindo a desenvolver um trabalho activo na divulgação do Jazz na cidade do Porto.

Professor de Guitarra

Começou a tocar guitarra aos 15 anos e aos 16 inicia as aulas de instrument com Rodolfo Cardoso.

Em 2001 venceu o 1º prémio no concurso nacional de guitarra eléctrica Legato.

Em 2009 participou como musico e compositor no combo vencedor do festival de jazz S.luis.

Licenciado

em guitarra jazz na ESMAE - Escola Superior de Artes e do Espetáculo(Professores de instrumento Nuno Ferreira e Afonso Pais)

Tem vindo a integrar diversos projectos, nomeadamente 3Angle, WC Noise, Mesa ,New Max dos Expensive Soul/Phalasolo (www.phalasolo.com), Dino & the Soulmotion, Blind Zero, Classificados ,Orquestra Rui Massena, Sofia Escobar, Gileno Santana(metamorphose), Electric Miles, Dan Riverman, Marta Ren, Diana Martinez, Mariana Vergueiro Quinteto, Melissa Oliveira quartet & Jason Palmer e Bruno Macedo 4to.

A 29 de Janeiro de 2015 lança 8mm, o seu primeiro trabalho como lider e compositor.

Professora de Piano

Carla Maria Lopes M. Barros, natural do Porto, licenciada em Formação Musical, concluiu o curso de piano, no Curso de Música Silva Monteiro. Iniciou a sua atividade profissional no ensino da música em 1990, nomeadamente no ensino da prática de piano e educação musical. Desde 2000, dirige e coordena a Orquestra Orff do Colégio Luso-Francês.

Atualmente colabora entre outras instituições com o Colégio-Luso Francês e com a Academia da Valentim de Carvalho.

Professora de Piano

Nasceu no Porto em 1990 e é nesta cidade que tem vindo a construir o seu percurso académico, musical e artístico.

Iniciou os estudos musicais aos cinco anos de idade no Instituto Orff do Porto com Mário Azevedo e Rui Leite, entre outros. Estudou piano clássico com a prof. Lucinda Ferreira entre 1995 e 2008. Em 2006 começa a explorar o mundo do jazz e da improvisação com o prof. Pedro Neves.

Licenciou-se na ESMAE em Piano Jazz.

Estudou com Pedro Guedes, Carlos Azevedo, Abe Rabade, Telmo Marques, Nuno Ferreira, (Jazz), e Sofia Lourenço, (piano clássico).

Participou em vários workshops com músicos de renome como Dan Weiss, Jacob Sachs ou Ohad Talmour.

Formada em pedagogia Musical por Pierre van Hauwe e Manuela Widmar; Paralelamente desenvolve actividade como actriz e músico em vários espectáculos do Contracorrente - Fábrica Teatral e Musical.

Participou em vários projectos em trio e a solo. Actualmente lidera o seu quinteto a par da actividade como professora.

Professora de Flauta Transversal

Nasceu em 1977 no Porto, estudou flauta transversal, na Academia de Música das Caldas da Saúde, em Santo Tirso com Américo Costa, e na Escola Profissional de Música do Porto.

Concluiu os estudos na Universidade de Aveiro, na Licenciatura em Ensino da Música.

Estudou na Hogeschool Gent - Departement Muziek en Dramatische Kunst com Myriam Graulus Foi aluna de Angelina Rodrigues, Ìstvan Matúz, Iwona Saiote, Jorge Salgado. Participou em masterclasses com Wissam Boustany, Anne LaBerge, Trevor Wye, Patrik Gallois, Ana Maria Ribeiro, Michel Debost, Kathleen Chastain. Fez o XII Curso de animadores Musicais da casa da Música. Entre 1993 e 1996 Foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian. Em 2000/2001 foi bolseira ERASMUS.

Lecionou no Conservatório de Música de Coimbra, na Academia Musica do Orfeão de Ovar e no Conservatório de Viseu. Exerce na Academia Valentim de Carvalho desde 2012 e na Academia de Música de Castelo de Paiva desde 2002, onde fundou em 2013 um projeto de criatividade em orquestra para jovens instrumentistas.

Nascido no Porto em 1994, Daniel encontra-se neste momento no último ano da licenciatura em
música, variante piano clássico, na ESMAE (Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo).
Iniciou os estudos musicais aos 10 anos mas pouco tempo depois desistiu. Só mais tarde e por
vontade própria é que o gosto pela música apareceu, tendo então começado a ter aulas de
guitarra na Academia de Música Valentim de Carvalho, as 14 anos. Um ano depois, muda de
instrumento, iniciando assim o seu percurso em piano com o professor Sérgio Leite, também na
Academa de Música Valentim de Carvalho. 4 anos mais tarde concorre para a licenciatura em
piano na ESMAE, onde entrou à primeira e encontra-se agora no último ano da licenciatura.
Daniel está de regresso à sua primeira escola, mas agora como professor.
Para além disto Aliza várias actividades dentro da área musical. É Organista na igreja de santo
Ildefonso e Organista titular na igreja do Prado em V. N. de Gaia.
Desde 2013 é maestro do grupo coral do Círculo católico de operários do Porto tendo dirigido
este coro em diversas salas de espetáculo e até no programa ’Grandes Manhãs’ do Porto Canal.
Em janeiro de 2017 tomou posse como director no Orfeão da Madalena onde também é pianista
acompanhador do grupo coral polifónico.
É pianista acompanhador desde 2016 na academia de ballet Pirmin Treku.
Colabora com a junta de freguesia de Madalena na organização de eventos culturais, tendo já
organizado inteiramente a parte musical de alguns eventos entre os quais as comemorações do
25 de abril.
Como professor começou a dar aulas em casa em 2015, tendo em 2016 e 2017 dado diversas
aulas em várias escolas, entre as quais a Academia de Música Valentim de Carvalho.

David Dias - Professor de canto

Nascido no Porto em 1990, iniciou os seus estudos musicais aos cinco anos de idade no Conservatório de Musica Calouste Gulbenkian de Braga onde concluiu o 8º grau de Violino e o 3º grau de Canto.
Licenciou se em Performance-Canto na Universidade de Aveiro sob a tutela de Joaquina Ly, e frequentou o Mestrado em Ensino da Música também na Universidade de Aveiro sob a tutela de Filipa Lã.
Apesar da sua formação clássica, especializou-se no ensino dos estilos vocais não-clássicos (pop, rock, soul) estudando no Stockholms Musikpedagogiska Institut com nomes como Kerstin Gabrielsson, Margareta Thalén, Brian Gill, Gillyane Keyes e Jeremy Fisher.
Atualmente trabalha como vocal coach e cantor profissional, aparecendo em 2013 na primeira edição do Factor X Portugal, e iniciando em 2016 o seu projeto musical mais recente We Find You.

 

Diogo Tildes é baterista profissional residente no Porto. Iniciou os estudos musicais na Academia Valentim de Carvalho do Porto e estudou com bateristas conceituados do panorama jazzístico como Marcos Cavaleiro, José Marrucho e Acácio Salero. Estudou também com Hugo Raro, João Pedro Brandão, Eurico Costa, AP, Nuno Campos, Filipe Melo, Chris Cheek, Leo Genovese. Toca em projectos que abrangem desde o jazz até à música tradicional portuguesa, dos quais se destacam Lobo Faquir e Lean Sardine. Participou na 13ª e 15ª edição da Festa do Jazz do São Luiz. Frequentou o XI Curso de Formação de Animadores Musicais da Casa da Música. Integra a Stopestra desde 2016.

 

 

Professora de Acordeão

Nasceu em Nogueira do Cravo, Oliveira do Hospital em 1983.

Vive e trabalha no Porto.

Começou a estudar acordeão aos 9 anos na Escola de Música da Casa do Povo de Nogueira do Cavo, Oliveira do Hospital.

Frequentou o curso básico e complementar de Acordeão no Instituto de Música Vitorino Matono em Lisboa. 

Nos anos de 1998 e 1999 frequentou seminários com os acordionistas Vladimir Zubitsky,  Friedrich Lips e  Maximiliano Pitocco.

A partir de 2006 até ao presente integra  vários projectos musicais com discos editados, tais como, A Musa ao Espelho (DVD Pathos editado em 2006); As 3 Marias (2009 Quase a Primeira Vez) e Atlantihda (2011 com álbum homónimo), As 3 Marias (2014 Bipolar). Participou também como acordeonista convidada do grupo Mandrágora no  álbum homónimo que mereceu o prémio Carlos Paredes 2006 e em 2010 participou com Quadrivium Project no evento Serralves em Festa. É também co-autora de temas que fizeram parte de bandas sonoras, tais  como:  TVI- Telenovela “Remédio Santo” com  “Na Calma dos teus olhos”  e SIC-Telenovela “Rosa Fogo” com  “Cais das açucenas.”

Para além das sua formação musical é formada em Artes Plásticas- Pintura e divide a sua actividade profissional entre a Pintura e a Música.

Fátima Santos integrou vários projectos musicais com apresentações em Portugal, México, Espanha, Dinamarca, Bélgica, República do Mali e Estados Unidos da América.

Actualmente é acordeonista do grupo As 3 Marias.

 

Professora de Canto Jazz

Nascida no Porto, cedo iniciou os seus estudos musicais, começando a estudar piano aos 6 anos.

Já no conservatório de música do Porto, continua os estudos de piano, composição e canto lírico (este último no conservatório de Gaia), acabando por descobrir no jazz a sua forma de expressão na música.

Desde 1998 tem editado vários trabalhos, quer em nome pessoal quer em nome de vários projectos; Conferência dos Sons, Quinto Elemento, Trupe Vocal e Jogo de Damas. Dedicando-se ao ensino do canto Jazz desde o início dos anos 90, foi e é, com orgulho, professora de uma grande parte das vozes do jazz do norte do país, tanto no ensino particular como na Esmae.

Nos últimos dez anos tem também orientado vários ensembles vocais e coros.

Actualmente prossegue o seu percurso como professora e cantora, tanto a solo como com o seu mais recente projecto, Jogo de Damas.

Professora de Violino

Iniciou os estudos musicais  na ESPROARTE – Escola Profissional de Artes de Mirandela na classe do professor Gustavo Delgado. Prosseguiu os estudos na ESMAE – Escola Superior de Artes do Espetáculo do Porto na classe de violino com Zofia Wóycicka. Frequentou masterclasses de violino com Sergey Kravchenko, Max Rabinovitch, Yuri Nasushkin, Aníbal Lima, Franz Moser, Roman Nodel, e música de câmara com António Saiote e o Quarteto Borodin. Já colaborou com diversas orquestras nacionais, tendo trabalhado com maestros de renome tais como Bruno Pasquier, Bruno dal Bon, Toby Hoffman, Pedro Neves, Jean-Marc Burfin, Emilio Pomarico, Ernst Schelle e Rui Massena.

Frequenta o 2º ano do Mestrado em Ensino da Música ministrado pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto em parceria com a Escola Superior de Educação do Porto.

Atualmente é docente de violino na Escola de Música Valentim de Carvalho, no Conservatório de Música de Coimbra, Coordenadora do Projeto Orquestra Geração em Coimbra e membro fundador do Quarteto de Cordas ADLIB.

Professor de Piano Jazz

Hugo Raro Nasceu no Porto em 1973.

Formação

Iniciou os seus estudos musicais na Academia Parnaso com a professora Maria de Lourdes Alves. Mais tarde estudou na Escola de música Silva Monteiro e no Conservatório de Música do Porto. Estudou piano e harmonia na Escola de Jazz do Porto entre 1994 e 1996. Paralelamente prosseguiu com os seus estudos clássicos. Em 1997 mudou-se para Londres onde durante 3 anos estudou na Middlesex University, e onde viria a concluir o “BA Honours in Jazz Performance” em julho de 2000, ano em que regressa a Portugal.

Estudou com Stuart Hall, Eddie Parker, Chris Batchelor, Jim Treewek, Pete Churchil, Pete Saberton, Constantin Sandu, Pedro Guedes, Rob Townsend, Nicki Illes, Francois Evans, entre outros.

Participou em workshops de John Taylor, Phil Robson, Julian Siegel, Stan Stulzman, Norma Winstone, Gene Calderazo, Stephan Oliva.


Docência

Foi professor de piano, harmonia e improvisação, entre 2000-2003, na Escola de Jazz do Porto e no Instituto Orff do Porto.

É actualmente professor de piano jazz, harmonia e combo na Escola de música Valentim de Carvalho.

Outros Projectos

Participou como músico na peça “Marlene” com a companhia de teatro “Seiva Trupe” em 2001. Com a mesma companhia participou nas peças “Porto em directo” e “Um Barco na cidade”, ambas em 2009.

Esteve em Plymouth como artista residente em Junho de 2005 a desenvolver com a companhia de dança contemporanea “Attik Dance” a peça “Passion Fruit” que foi apresentada em vários eventos em Devon e Cornwall.

Trabalhou com o elenco do Teatro Nacional S. João em Junho de 2007 na peça “Outlet”.

Compôs a música para o espetáculo “ Jardim de estórias”, da companhia de teatro “Tenda de Saias”, em Abril de 2011.

Participou, em Dezembro desse ano, no espectáculo “Òpera de Todos” inserido na programação de Guimarães, Capital Europeia da Cultura.

No âmbito pedagógico participou no projecto “Jazz trocado por miudos” que se propõe levar às escolas um espectáculo comentado da história do jazz, desde as raízes até aos nossos dias, com o intuito de dar a conhecer a música aos mais novos.

Professora de Harpa

Inicia o seu percurso musical aos 11 anos de idade, estudando piano na classe da professora Margarida Teixeira. Posteriormente dedica-se ao estudo da harpa, sob a orientação da professora Eleonor Picas, tendo frequentado workshops e masterclasses com Xúlio Silva e Stéphanie Manzo. Ganha o primeiro prémio do concurso Arpa Plus, realizado em Espanha.

Lecciona harpa, abordando um reportório que vai desde a música clássica, às músicas tradicionais de várias partes do mundo.

Professora de Teatro

Joana Moraes é atriz, encenadora e professora de Teatro. Estudou na ESMAE e no Instituto del Teatre de Barcelona, Dá aulas no Conservatório de Música do Porto. Já trabalhou no serviço educativo do teatro S. João, da Orquestra de Jazz de Matosinhos, entre muitos outros projetos de cariz pedagógico. É diretora artística do Musgo, Companhia de teatro que fundou em 2012.

Professor de Guitarra Portuguesa

João Martins é um multi-instrumentista, dedica-se ao estudo dos instrumentos tradicionais portugueses, nomeadamente o bandolim, cavaquinho, braguesa e guitarra portuguesa. Como músico/compositor tem participado em inúmeros projectos na área da música tradicional e fado. Nos últimos anos, paralelamente à actividade musical, tem-se dedicado ao ensino em várias instituições da zona do Porto, participado também em trabalhos de estúdio e ao vivo, na área do Fado, Música Portuguesa, Rock e Jazz.

Professor de Saxofone, Flauta Transversal e Orquestra
(n. 1977)
Iniciou os seus estudos musicais na Escola de Música Óscar da Silva onde entre 1992 e 1997 estudou Flauta Transversal com o professor Luís Carrapa.

Em 1999 começa a estudar Jazz num combo do pianista Paulo Gomes e em 2002 inicia o estudo do Saxofone com Mário Santos.

Concluiu o curso de Jazz (saxofone) da ESMAE (Escola Superior de Música do Porto), em 2007, tendo sido aluno de José Luís Rego, Mário Santos, Pedro Guedes, Carlos Azevedo, Telmo Marques, Nuno ferreira, Michael Lauren, Paulo Perfeito...

Esteve, entre Janeiro e Julho de 2007, no Lemmensinstitut (Bélgica) onde estudou com Frank Vaganné, Dré Palemaerts, entre outros.

Finalizou em Maio de 2012 o Mestrado em Jazz da ESMAE tendo estudado composição com Carlos Azevedo e Paulo Perfeito.

Teve oportunidade de ter aulas e participar em workshops com vários Saxofonistas: Mark Turner, Greg Osby, Chris Cheek, Steve Wilson, Bill Mchenry, Miguel Zenon, Jaleel Shaw, e com os compositores Maria Schneider e Jason Lindner.

Em Abril de 2006, com o Sexteto de Jazz da ESMAE, participou na 4ª Festa do Jazz no São Luiz, onde lhe foi atribuído o prémio de Melhor Solista e melhor Combo. Este grupo apresentou-se no Guimarães Jazz 2006.

Integra actualmente a Orquestra Jazz de Matosinhos tendo já participado em vários Projectos, nomeadamente na gravação de Jazz Composers Forum (2014); Bela Senão Sem com João Paulo Esteves da Silva (2013), Amoras e Framboesas com Maria João (2011), Our Secret World com Kurt Rosenwinkel (2010), Portology com Lee Konitz e o arranjador Ohad Talmor (2006). Com a OJM tocou em várias salas de Portugal e Europa, nos conceituados clubs de NY, Birdland e Iridium, e no Berklee BeanTown Jazz Festival em Boston).

Em Junho de 2012 lança o álbum Aljamia com música composta e arranjada por si para o CORETO – grupo de 11 músicos que actualmente lidera – numa edição com o Carimbo Porta-Jazz. Este álbum foi aclamado pela critica nacional e internacional tendo sido considerado pela Jazzlogical como Melhor disco de Jazz nacional.

Actuou com este projecto na Casa da Música (Novos talentos Jazz Nacional), 11ª Festa do Jazz do São Luiz, Festival Sines em Jazz, Festival Porta-Jazz. Festa do Avante, etc. Este grupo Lançou em 2014 “Mergulho”, o seu 2º álbum, com música da AP, e em 2015 gravou a vivo seu 3º disco “Sem Chão” com música de vários compositores Portuenses.

Para além deste, destacam-se outros projectos na área do jazz: “Bode Wilson” (trio com Demian Cabaud e Marcos Cavaleiro) que editou o seu 1º álbum “26” (Carimbo Porta-Jazz 2014); Susana Santos Silva Impermanence (Carimbo Porta-Jazz 2015); “Lúcia Martinez Quarteto” com quem grava Soños e Delírios (2010) e De Viento e de Sal (2014) editados pela Karonte; AP Quinteto com quem grava 6e5 (TOAP 2011).

Co-fundou em Julho de 2010, a Associação Porta-Jazz. Esta Associação, tem como objectivo promover o Jazz e os seus músicos na cidade do Porto. Neste contexto, para além de concertos semanais, organizou 6 edições do Festival Porta-Jazz, criou o “Carimbo Porta-Jazz” de apoio à edição discográfica independente, uma rádio on-line, entre muitas outras actividades da associação (www.portajazz.com).

É professor no Conservatório de Música do Porto e na Escola de Música Valentim de Carvalho.

Paralelamente à actividade musical estudou Engenharia Química na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto tendo finalizado a licenciatura em Julho 2000.

Professor de Formação Musical

Concluiu no Conservatório Nacional o Curso Superior de Composição e frequentou no Conservatório de Música do Porto o Curso Superior de Piano e parte do Curso Geral de Violino e Canto. Obteve o grau de licenciatura em Música na Universidade de Aveiro e concluiu com distinção o mestrado em Choral Education (Music Education) na Roehampton University - Londres. Na área da música e da pedagogia frequentou cursos em Espanha, Inglaterra, Alemanha, Holanda e Áustria.

A sua actividade dominante incide sobre a pedagogia, educação e animação cultural - musical. É professor no Conservatório de Música do Porto e colabora regularmente com o Serviço Educativo da Orquestra do Norte, dirigindo e apresentado vários tipos de programas pedagógicos. Conquistou com o "ENSEMBLE VOCAL PRO MUSICA", projecto que fundou em 1991 e de que sempre foi director artístico, vários prémios em concursos internacionais, sendo de destacar o 1º Prémio – Diploma de Ouro na Categoria de Música Sacra, bem como o Grande Prémio do Concurso de Veneza, em Setembro de 2007.

Professor de Bateria

José Marrucho nasceu em 1984. Músico natural do Fundão, reside actualmente no Porto.

Estudou na Academia de Música e Dança do Fundão, Escola Hot Clube de Lisboa e na ESMAE no Porto. Participou em Workshops e aulas com Mark Turner, Jason Lindner, Dan Weiss, John Riley, David Binney, Marc Ducret, entre outros. Teve a oportunidade de tocar com The Experience (tributo a Jimi Hendrix), Underground Spitual Band (Afro Beat), Orquestra Metropolitana de Lisboa, Reunion Big Jazz Band, Big Band Nacional da Juventude, Big Band do Hot clube de Portugal, etc.

Actuou em espaços como Festival de Paredes de Coura, Teatro São Luiz, Centro Cultural de Belém, Casa da Música, Festival de Curtas Metragens de Vila do Conde e em diversos festivais de jazz.

Gravou com Zelig ("Joyce Alive"), AP Quinteto ("6 e 5"), Coreto ("Aljamia" "Mergulho e"Sem chão"), Sexteto de Miguel Moreira ("Câmbio") e João Mortagua ("Janela").

Começou a leccionar em 2006 na Escola de Jazz do Porto e actualmente encontra-se na Valentim de Carvalho (Porto) e Tone Music School (Coimbra).

Professor de Canto

Kiko Pereira é um nome com créditos firmados no Jazz Português tendo actuado ao lado de nomes de topo nos principais festivais de Jazz e Blues. Desde 1993 tem participado e gravado com vários projectos desde a Trupe Vocal, Quarteto In Blue, Orquestra de Jazz de Jorge Costa Pinto, Lisbon Swingers Big Band, Orquestra de Jazz de Matosinhos, Raul Marques e os Amigos da Salsa, Mind da Gap, Zoe, Bueno.sair.es  entre outros.

Mestrado em Ensino da Música e também em Interpretação Artística estudou canto Jazz na Escola de Jazz do Porto e na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo com Fátima Serro, Fay Claasen, David Linx e Connie DeJung.

Em 2003 lança o seu primeiro trabalho em nome próprio intitulado Raw – Ed. Discaudio, que foi considerado pela revista All Jazz um dos melhores do ano.

Em 2012 lançou um novo álbum intitulado “L’USA” com o seu novo projecto “Kiko & the Jazz Refugees” granjeando mais uma vez o aplauso unânime da crítica nacional e estrangeira.

Tem actuado com várias Orquestras e Big Bands nomeadamente a Orquestra de Jazz de Matosinhos no concerto de encerramento da Porto 2001 Capital Europeia da Cultura, repetindo a experiência com a Orquestra Estúdio do Maestro Rui Massena no concerto de Natal da RTP integrada na programação de Guimarães 2012.

Paralelamente é um dos mais requisitados professores de canto e técnica vocal do país devido ao seu conhecimento profundo de grande parte dos estilos musicais contemporâneos (Jazz, Blues, Soul, R&B, Hip-Hop, Rock e Pop), assim como da experiência musical de 20 anos. Responsável pelo curso de canto Jazz no prestigiado Conservatório de Música do Porto e na Escola Superior de Artes e Espectáculo do Porto.

Participou como professor de canto e interpretação nos programas “Operação Triunfo” (2011) e “A Voz de Portugal” (2012) e “The Voice Portugal” (2014 e 2015).

Professor de Guitarra e Combo

Eurico Costa (n. 1979), guitarrista sediado no Porto, Portugal.
 
Concluiu em 2002 o curso de Guitarra Clássica do Conservatório de Música do Porto.

No mesmo ano ingressou na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo, no Porto, onde concluiu a licenciatura em Jazz - Performance em Novembro de 2006. Estudou com professores como Nuno Ferreira, Afonso Pais, Carlos Azevedo e Pedro Guedes, entre outros.

Durante a sua formação académica teve a oportunidade de participar em diversos workshops e masterclasses com alguns dos mais prestigiados músicos de jazz da actualidade, nomeadamente Richie Beirach, Cecil Bridgewater, Peter Erskine, James Carter, Matt Wilson, Jeff Williams, Frank Mobüs, André Fernandes, Jonathan Kreisberg, Aaron Goldberg, Bill McHenry, Mark Turner, Chris Cheek, Andrew d’Angelo, Steve Cardenas, Lage Lund e Hal Crook.

A sua experiência profissional é variada e conta com incursões no mundo da música improvisada, realização de bandas sonoras “live”, participações em peças de teatro, projectos de world music e de rock.

No entanto, é no jazz onde concentra a sua maior actividade, designadamente nas formações Eurico Costa Quarteto, Eurico Costa Trio, Ensemble Super Moderne,  ZERO – João Guimarães Octeto, pLoo e no seu mais recente projecto, the Nada.

Colabora regularmente com o Remix Ensemble, a Orquestra Jazz de Matosinhos e a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música.

No âmbito dessas colaborações actuou já em salas como Sala Guilhermina Suggia (Casa da Música), Wiener Konzerthaus, Volksbühne Berlin, Kampnagel, São Luiz Teatro Municipal, Theatro Circo, bem como nos festivais do Avante, de Paredes de Coura, de Vilar de Mouros e Guimarães Jazz.

Actualmente lecciona na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo e na Academia de Música Valentim de Carvalho, as disciplinas de guitarra jazz e combo, além de, pontualmente, realizar oficinas de jazz e improvisação.

É membro fundador da Associação Porta-Jazz, entidade que se dedica à divulgação e promoção do jazz na região norte do país.

Professor de Guitarra Clássica e Eléctrica

Iniciou o estudo de guitarra clássica com sete anos de idade,ao abrigo do programa do Conservatório do Porto, retirando-se da aprendizagem clássica quando frequentava o 6ºgrau.

A partir de então abriu os caminhos da sua evolução musical para o jazz, o blues, o soul, o rock. Estudou jazz com: Carlos Mendes e Nuno Ferreira e foi adquirindo formações na área da improvisação com: Marc Ducret, Tim Steiner, Sam Mason, Paul Griffiths ou Pedro Cardoso.

Colaborou e colabora com músicos e artistas desde Melo D (Cool Hipnoise), Kika, The Paperboats, Campanula Herminii, Meu Melro, etc.

Depois de um hiato musical, altura em que se licenciou em jornalismo e exerceu ao serviço do jornal Primeiro de Janeiro, tornou-se docente de música no sistema público de ensino, onde esteve de 2007 a 2011, na Associação Música Juv. Sanguedo, altura em que ingressou na Escola de Música Valentim de Carvalho. Lecciona também no Colegio Luso Internacional do Porto.

Professora de Guitarra Clássica e Formação Musical

Luisa Pais Vieira Iniciou os seus estudos musicais em 1999 na Escola de Música Óscar da Silva na classe de guitarra do Professor Paulo Ramos tendo terminado o curso secundário em 2007. Complementou esta formação com os Cursos Internacionais de Música do Porto com o Prof. José Pina no Curso de Música Silva Monteiro nos anos 2003, 2004 e 2005.

Licenciou-se em 2008 em Formação Musical na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo, terminou o Mestrado em Musicologia, especialidade em Património Musical Português, na Universidade Católica em 2013 e o Mestrado em Ensino da Música, ramo Formação Musical, pela colaboração da Escola Superior de Educação com a Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Instituto Politécnico do Porto em 2015.

Lecciona desde 2003 e tem desenvolvido atividade como professora de Formação Musical (Conservatório de Música da Maia) e Guitarra Clássica (Escola de Música Valentim de Carvalho). Nos trabalhos relativos a essas escolas, realizou também funções como professora de Classe de Conjunto e Coro e promoveu ações de sensibilização para a música pela aprendizagem de diversas danças tradicionais europeias. Atualmente procura manter a lecionação e a investigação em ensino da música nomeadamente na área da Didática da Formação Musical.

Professor de Canto

Manuel Linhares Nasceu na Horta em 1983 apesar de viver desde muito novo no Porto, cidade onde começa os seus estudos musicais quando entra em 2002 para a “Escola de Jazz do Porto”.
Para além da licenciatura em Canto Jazz pela “Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto”, o seu background musical é também marcado pela passagem por cidades como Barcelona, onde estuda na escola “Taller de Muzics” em 2006, e Berlim, onde em 2010/2011 frequentou o “Jazz Institute of Berlin”.

Manuel Linhares estudou com grandes referências do Jazz nacional, tais como, Sofia Ribeiro, Lars Arens, Michael Lauren, Paulo Perfeito, Carlos Azevedo e Fátima Serro. Enquanto estudante do “Jazz Institute of Berlin” teve o privilégio de trabalhar com importantes nomes do Jazz Americano e Europeu, entre os quais, Judy Niemack, John Hollenbeck e Gerard Presencer, inegáveis referências no seu desenvolvimento musical. Teve igualmente a oportunidade de trabalhar com outros grandes cantores, tais como, David Linx, Grzegorz Karnas e Jeff Cascaro.

De 2007 a 2010 fez parte de um grupo a cappella "Canto Nono" com direcção artística de José Mário Branco. Em 2010 gravou com a banda "Fado em Si Bemol" o álbum "Rec" e participou no Álbum "Porto" de Sofia Ribeiro e Gui Duvignon. Ainda em 2010 teve a oportunidade de participar no “Jazz Fest of Berlin 2010” onde actuou, a convite de Judy Niemack, no seu mais recente “Chillida Project”.

Em 2011 foi convidado por Claus Nymark e Pedro Moreira para cantar com a Orquestra Angrajazz na 13ª edição do festival “Angrajazz” que se realiza na ilha Terceira. Em Dezembro de 2012 participou no encerramento de Guimarães Capital Europeia da Cultura, dentro do evento "Mi Casa es tu Casa". Em Setembro de 2013 apresentou o seu álbum de originais "Traces of Cities". Em Outubro de 2013 voltou a participar no Festival Angrajazz como convidado da Orquestra Angrajazz liderada por Claus Nymark e Pedro Moreira.

Professora de Canto e Cursos Infantis

Mariana Vergueiro nasceu no Porto e é Licenciada em Jazz (canto) pela Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo. Estudou com Nuno Ferreira, Paulo Perfeito, Michael Lauren, Abe Rábade, Fátima Serro, entre outros. Frequentou workshops com: Sara Serpa, George Colligan, Michael Blake, Jaleel Shaw, E.J. Strickland e Josh Ginsburg, Lars Dietrich, Samir Zarif, John Escreet, Zack Loeber, Greg Ritchie; Formação Estill Voice Training System – Nível I com Viv Manning; Frequenta o IV Curso de Formação de Animadores Musicais, na Casa da Música em 2008/2009.

Participa em diversos projetos musicais desde 2007, dos quais se destaca o seu mais recente grupo como líder (Mariana Vergueiro Quinteto: Pedro neves – piano, Nuno Campos – contrabaixo, Nuno Oliveira – bateria, Bruno Macedo - guitarra) com o qual gravou o seu primeiro disco em 2014.

Formação em: Coaching, Empowerment e Liderança de Equipas de Trabalho e Coaching para o Alto Desempenho (FPCEUP) e Gestão de Tempo (Editus).

Frequentou a licenciatura em Pintura na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto até 2008.

Trabalhou ativamente como docente de canto, combo, teoria jazz e coro em diversas escolas, como o Clube Literário do Porto, ArtEduca (Conservatório Regional de Famalicão), Academia de Música de Vilar de Andorinho e Academia de Música de Vilar do Paraíso, integrando atualmente a Academia Valentim de Carvalho como docente de canto e iniciação musical (3 aos 6 anos: Yamaha Music Foundation e ConMusica Max y Mia) e o Conservatório de Música da Jobra como docente de canto jazz.

Colabora com a Associação Porta-jazz desde 2013, na acessoria à Direção, gestão de agenda de programação e comunicação.

Professora de Canto (Fado)

Patrícia Costa é fadista profissional, residente na cidade do Porto.

Estreou-se a cantar Fado com 8 anos de idade no extinto Teatro Jordão, em Guimarães. Concluiu o Curso complementar de Formação Musical no CCM – Conservatório Regional, Caldas da Saúde.

Já se apresentou em inúmeras salas de referência, como o Teatro Rivoli, Teatro Sá da Bandeira, Coliseu do Porto, Palácio da Bolsa, Palácio do Freixo, Casa da Música (Porto), Centro Cultural Vila Flor (Guimarães), Casa das Artes (V. N. Famalicão), entre outros teatros e auditórios municipais pelo país. Fora de Portugal, já actuou na Finlândia, África do Sul, diversas vezes em Espanha, Suíça, Alemanha; foi convidada pela ESMAE para participar, com o Quarteto de Saxofones, nos “Rencontres Musicales de la Méditerranée” na Córsega em 2007. Fez 3 concertos no festival “Cais de Fado”, em 2014; foi convidada para o ciclo “Fado no Museu”, no Museu do Vinho do Porto,em 2014 também; actuou no palco “Porto” do festival Caixa Ribeira (Junho 2015).

Editou o seu primeiro álbum original, “Um cantar velado e lento”, em 2010. É artista residente na casa de fado “O Fado” desde 2009.

Professor de Piano

Iniciou os estudos musicais na Escola de Música Valentim de Carvalho – Porto.

Concluiu em 1998 o curso complementar de música – piano – no Conservatório de Música do Porto, e a Licenciatura em Música – Piano de Acompanhamento – na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo em 2004, onde estudou com Jaime Mota e Miguel Borges Coelho.

Frequentou cursos de aperfeiçoamento de piano com Pedro Burmester, Charles Spencer, Timothy Barrett e Peter O’Hagan.

Acompanhou, como pianista, cursos de aperfeiçoamento de diversos instrumentos, orientados por Trevor Wye, Nuno Inácio, Bruno Graça, Nuno Pinto e Isabel Alcobia.

Faz parte do quinteto vocal “Vozes da Rádio”, com o qual já gravou 9 discos, fez inúmeros concertos em Portugal, Espanha, Inglaterra e Macau, e colaborações com outros artistas – Sérgio Godinho, Rui Veloso, Trabalhadores do Comércio, Ala dos Namorados, Manuela Azevedo, Ivan Lins, Rui Reininho, Sara Tavares – e orquestras - Orquestra Clássica de Espinho, Orquestra das Beiras e Banda Sinfónica Portuguesa.

Desde 2010 colabora com a Companhia Jangada Teatro, enquanto músico e compositor, tendo feito apresentações com o grupo em Portugal, Lituânia, Brasil, México e Macau.

É pianista acompanhador no Conservatório do Vale do Sousa e professor de piano na Escola de Música Valentim de Carvalho.

Professor de Sax, Clarinete e Combo Jazz

Professora de Canto e Canto Lírico

É natural de Lisboa. Iniciou os seus estudos musicais na Academia dos Amadores de Música e depois, no Instituto Gregoriano de Lisboa, onde estudou piano com Manuel Fernandes e Educação Vocal com Leonor Pereira. Em 2001 ingressou no curso de Música – Canto, na Escola das Artes da Universidade Católica, onde estudou com António Salgado e Sofia Serra.

É licenciada em Música – Canto, pela Escola das Artes da Universidade Católica do Porto, e mestre pela mesma Universidade, sob a orientação da Professora Yolanda Espiña. Actualmente trabalha regularmente com os professores Susan McCulloch e Pedro Telles.

No âmbito da ópera foi 2ª Dama em “Dido and Aeneas” de H. Purcell, Mme. Siberklang em “Der Schauspieldirektor” de Mozart, Lucy em “The Telephone” de Menotti, Lauretta, na ópera “Gianni Schicci” de Pucinni e mais recentemente foi Fiordiligi na ópera de Mozart “Cosi fan Tutte”.

Foi soprano solista na estreia da Oratória de Natal de Rui Soares, solista na peça de Karl Jenkins “The Armed Man – A Mass for Peace” e solista na Oratória de Natal de Saint-Saens. Foi soprano na peça de teatro “Yukio Mishima” coreografada e concebida por Kazimir Kolesnik e Adam Darius, fazendo parte de uma banda sonora ao vivo e improvisada.

Fez parte da primeira edição da International Opera Academy (IOA) na Alemanha e participou ainda em vários cursos nacionais e internacionais como o Abingdon Summer School for Solo Singers em Inglaterra e em diferentes edições dos Cursos Internacionais de Música Vocal, em Aveiro.

Participou em diversas masterclasses, tendo trabalhado com Montserrat Caballé, Elisabete Matos, Marc Tardue, Laura Sartir, Patricia MacMahon, Ambra Vespasiani, Ettore Nova, Bonaldo Giaiotti e Enza Ferrari, entre outros. Participou ainda em workshops com a Co-Opera co., tendo tido a oportunidade de trabalhar com Sally Burgess, Harry Nicoll, Kate Flowers, Paul Nilon, Stephen Higgins e Sarah Playfair.

Tem-se apresentado em concerto em duo com a pianista Joana Barata, em trio com Ana Valle e Hélio Azevedo e, mais recentemente, em duo de canto e viola com Bruno Ribeiro.

Professora de Violino

Sara Isabel Escobar de Castro, licenciada pela Academia Nacional Superior de Orquestra no curso de instrumentista de orquestra - especialidade violino e pela Universidade Nova de Lisboa em Ciências Musicais. No ano de 2013 concluiu o Curso de Profissionalização em Serviço pela Universidade Aberta. Fez cursos de aperfeiçoamento em violino com o professor Gerardo Ribeiro, Galina Turtchaninova e Vladimir Ovchareck e cursos de pedagogia com, Joice Tan, Bogumila Burfin, Betty Haag, Pierre Van Hauwe, Manuela Widmer e Lenka Pospisilova. Começou a lecionar no ano de 2000 na Escola e Conservatório de Música Metropolitano de Lisboa. Atualmente é professora de violino na Academia de Música Valentim de Carvalho, Escola de Música de Perosinho e Escola de Música Guilhermina Suggia.

Professor de Violoncelo

Professor de violoncelo e músico natural do Porto, iniciou os seus estudos musicais na Escola Profissional de Música do Porto, onde completou o Curso Profissional de Instrumentista. Prosseguiu estudos na Universidade de Aveiro onde finalizou a Licenciatura em Ensino de Música - Ramo: Violoncelo. Estudou violoncelo com José Pereira de Sousa e Jan Kuta e música de câmara com António Chagas Rosa e Fausto Neves.

Depois de terminar a sua formação em  música erudita, dedicou-se ao estudo da nyckelharpa e moraharpa, tocando estes instrumentos nos ensembles de música folk MU e Mandrágora (ambos vencedores do Prémio Carlos Paredes)  e nos ensembles de música medieval Trovas de Amigo e Ensemble Med. Realizou masterclasses de nyckelharpa com Ditte Andersson, Magnus Holmström, Emília Amper, Marco Ambrosini e Didier François. Recentemente foi convidado a participar no projecto ENCORE - European Nyckelharpa Cooperation -ORchestral Experience. Na área da música improvisada trabalhou com Mark Dresser/ Fred Frith e realizou um curso de aperfeiçoamento  em Soundpainting com Walther Thompson.

Encontra-se neste momento a frequentar o curso European Nyckelharpa Training na Scuola di Musica Popolare di Forlimpopoli, Itália. É professor de violoncelo e classe de conjunto na Academia de Música Valentim de Carvalho, Escola de Música Pedro Fesch e Conservatório de Música de Paredes.

Professor de Baixo

Sérgio Marques também conhecido como Ginho nasce a 11 de Julho 1981 e dá os seus primeiros passos musicais aos 16 anos, aquando em brincadeira um amigo lhe apresenta uma Guitarra.
Quando tem contacto pela primeira vez com um baixo eléctrico percebeu que era este o instrumento com que se identificava e inicia então em 2000 o estudo aprofundado na escola de Jazz do Porto com o Professor Alberto Jorge e mais tarde frequenta também aulas de combo com o pianista Paulo Gomes.

Entretanto também sente necessidade de conhecer o contrabaixo e estuda com  Pedro Barreiros e consequentemente Mário Santos em aulas de combo.

Em 2002/2003 começa então a dar os primeiros passos no mercado profissional e grava os seus primeiros discos como músico freelancer.

Desde então começou por fazer participações com bandas e músicos distintos de diferentes áreas como o Hip Hop, Pop Rock, Jazz, Funk, Reggae,Fado, etc...

O boom da sua carreira deu-se com a conhecida banda “Expensive Soul” onde se destaca pelo Groove, autêntico, forte e natural. Suscitando desta forma, variadíssimos interessados no seu trabalho enquanto músico freelancer. É com esta formação que percorre os grandes palcos do país, festivais de grande envergadura e todo o circuito Português.

Participa também com outras formações como “Mesa”, “Magenta”, “DrSax”, “Tjay”, Dino & Soulmotion”, “The Funkalicious”, “Azeitonas”, “Motown”, “Phalasolo”, “Rui Vilhena e Aliados”, “Marta Ren”.
Distingue se pela sua verssatilidade e profissionalismo, sendo por isso um dos baixistas mais requisitados.

A par dos concertos surge em 2006 o convite para iniciar a vertente ensino, com instrução de baixo eléctrico, e aulas de grupo de combo (incutindo as ferramentas necessárias para a actuação ao vivo, no final de cada período lectivo, na Escola Valentim de Carvalho.

Professor de Formação Musical e Coros (Infantil , Juvenil e Adultos)

Licenciado em Educação Musical pela Escola Superior de Educação do Porto, frequentou o mestrado em Music Education na University of Roehampton, Londres. Frequentou o curso de clarinete na classe do professor Moreira Jorge, no Curso de Música Silva Monteiro. Fez o VI Curso de Formação de Animadores Musicais na Casa da Música. Esteve ligado ao ensino público, onde desenvolveu diversos projectos artísticos ao serviço da Escola da Ponte, em Vila das Aves. Continua ligado ao ensino vocacional, sendo professor de formação musical e de classe de conjunto. Lidera o Coro Infantil/Juvenil e o Super Coro da Academia de Música Valentim de Carvalho, bem como o Coro Sénior da Fundação Manuel António da Mota. Faz parte de diversas formações musicais, entre elas do grupo vocal a cappella Vozes da Rádio, da Orquestra Som da Rua e do grupo de música infantil Fauna&Flora. Tem colaborado em projectos de cariz social e comunitário com a Orquestra Comunitária de Lordelo do Ouro, com a companhia de teatro PELE e com a Operação Nariz Vermelho. Compõe e interpreta música para teatro em trabalhos com encenação de Joana Providência - Academia Contemporânea do Espectáculo. É formador do Serviço Educativo da Casa da Música, participando em diversos concertos e workshops.

Professor de Combo

(n.1988)

Compositor, licenciado pela ESMAE (2013). É membro fundador do grupo de Samba & Chorinho conhecido por Bamba Social. Trabalha no ramo de Músico-Freelancer como Guitarrista e Baixista em diversos projetos portugueses e estrangeiros. Integra(ou) e participa(ou) em tournées de: Miguel Araújo, Mundo Secreto, Rui Massena, Souls of Fire, Bamba Social, Human Chalice, EduMundo e Mishka (EUA) tendo já passado por salas de espetáculo como: Coliseu do Porto, CCB, Casa da Música, Teatro Sá da Bandeira, Tivoli, CCF entre outras.

Algumas das tournées em cidades estrangeiras como: Barcelona, Madrid, Valência, Paris, Bratislava, Córsega, São Paulo e Rio de Janeiro.

Participou como Baixista em gravações dos Álbuns de Souls of Fire, Mundo Secreto, Edumundo e Rui Massena.

Como Compositor/Arranjador/Cancionista já teve as suas obras a serem estreadas pelo Remix Ensemble (Casa da Música), Sinfonieta (Orquestra da ESMAE) Canções em Edumundo, Mundo Secreto, Souls of Fire e uma peça tocada e editada na Porta-Jazz, pelo Coreto.

Atualmente também Lecciona nas Escolas:
- Oficina-Estúdio Rui Massena - Classe de formação Músical e Guitarra.
- Valentim de Carvalho - Classe de Combo.

Professor de Guitarra Clássica e Eléctrica

Vasco Machiavelo iniciou os seus estudos músicais aos 5 anos de idade com aulas particulares de piano e teoria musical. Iniciou-se na guitarra aos 15 sob a tutela de Pedro Rodriges, um guitarrista do clássico reconhecido a nível mundial, na Escola de Música do Porto, tendo também aulas com Pedro Pereira, um virtuoso da guitarra eléctrica, nas academias da Valentim de Carvalho.

Aos 19, Machiavelo entrou no curso superior de guitarra clássica na Universidade de Aveiro, continuando a estudar com Pedro Rodrigues e, em simultâneo, com o professor Paulo Vaz de Carvalho.

Durante a sua formação no meio erudito participou em inúmeros cursos de aperfeiçoamento musical com guitarristas de renome mundial tais como Alberto Ponce (Spa), Judicael Perroy (Fra), Carlo Marchione (It), Margarita Escarpa (Spa), Dejan Ivanovich (Cro), entre outros.

De momento, Machiavelo ensina guitarra clássica e eléctrica na Escola de Música Valentim de Carvalho enquanto continua a sua formação, aprendendo jazz com o guitarrista bebop Luís Eurico.